Conversão de leads em websites

Conversão de leads em websites

Você já ouviu falar no termo “conversão de leads em websites” ou “taxa de conversão do seu website”? Uma boa metodologia de conversão de leads pode ser decisivo para sua empresa.

O que é um lead?

Antes de explicarmos o que é conversão de leads em website e estratégias para gerar mais conversões para a sua rede, devemos dar uma introdução sobre o que é um lead afinal.

Um lead pode ser caracterizado de maneira simples como um potencial cliente. Ele representa uma oportunidade nova de negócio, pelo fato de que de alguma forma, ele demonstrou interesse pelo seu negócio ou serviço.

O seu lead pode ter deixado dados para contato pelo site, procurado um telefone da sua empresa, pedido um orçamento ou algo similar. Ele pode se converter ou não em cliente posteriormente.

Uma estratégia de “Gestão de Leads” pode auxiliar sua empresa a criar um modelo completo para controlar a jornada de compra desses futuros consumidores, e você pode se aprofundar mais nesse assunto com outro post no blog da Fresh Media, pelo link: https://www.freshmedia.com.br/o-que-e-gestao-de-leads/

Conversão de leads em websites

A conversão de leads em websites é definida por uma ação (evento), realizada quando um visitante que está navegando pelo seu website cumpre alguma das metas definidas pela sua equipe sobre o seu website.

Por exemplo, se na página inicial do seu site existir um campo “Fale Conosco”, e algum visitante inserir seus dados de contato nessa área, será gerada uma conversão pelo seu website. Logo, se seu site possui um formulário de contato para receber os newsletter e e-mails marketing da sua empresa e alguém insere seus dados nessa área, um lead pode ser convertido, isso porquê ele demonstrou interesse pelo que sua empresa tem a oferecer, e pode ser que depois se torne um consumidor.

Websites devem ser sempre construídos para gerar um boa quantidade de conversões. 

Exemplos de possíveis conversões de leads em Website:

  1. Cadastro para receber e-mails (newsletter):
  • Cadastro para baixar e-books:
  • Deixar um contato para esclarecer dúvidas ou pedir um orçamento:

Tipos de conversão em um website

  • Microconversões: é o meio do caminho para a macroconversão. Quando definimos uma meta de conversão em um website, que poderia ser por exemplo, vender um produto, a microconversão seria realizada quando um lead realiza um cadastro para receber mais informações, ou pede um contato para tirar dúvidas sobre o produto/serviço. Desta forma, apenas parte da sua meta foi atingida.
  • Macroconversões: é a realização da meta em questão. Se o objetivo final que sua empresa deseja de um visitante do seu website é realizar a compra de um produto, a macroconversão será efetiva com a venda de fato deste produto.

Taxa de conversão de site

A taxa de conversão será um número em porcentagem que visa mostrar para o dono do site quantos por cento dos usuários que navegaram no site geraram uma conversão.

Uma boa taxa de conversão sempre vai variar conforme o público alvo, serviço/produto que sua empresa oferece e sua meta de conversão. Porém, para algumas empresas ou negócios uma boa taxa de conversão pode estar entre 2 e 5%.

Existe uma conta matemática para descobrir a taxa de conversão do seu website, que é a seguinte:

Taxa de conversão = número de conversões/número de visitas no site x 100

Por que é importante analisar as conversões em seu website?

Ela pode ajudar a entender seu público alvo. É muito importante conhecer o público-alvo da sua empresa para atrair mais leads qualificados que podem gerar uma conversão ou até se tornar um consumidor. Se quiser entender mais sobre seu público-alvo, acesse o link a seguir para ver nosso post sobre esse assunto: https://www.freshmedia.com.br/publico-alvo/  

Se a taxa de conversões do seu website for muito baixa, é interessante buscar entender o motivo, mas se ela está alta, quer dizer que seu website está explicando bem o serviço/produto que seu negócio oferece, e está tendo sucesso na sua venda!

A taxa de conversão pode também representar a experiência do usuário navegando no seu site. Se sua taxa for muito baixa, é essencial se perguntar se o conteúdo do seu website está claro o suficiente ou muito confuso e raso.

3 Dicas para melhorar a taxa de conversão de seu website

  1. Identifique o que seu cliente em potencial procura quando entram no seu website. O que os chama mais atenção? E o que chama menos? Para isso, sua empresa pode analisar quais são as páginas mais visitadas e em qual área as conversões mais são realizadas.
  2. Avalie o que está impedindo a formação de novos leads para sua empresa via website. Eles abandonam o website em qual página? Falta algum conteúdo? Existe outro motivo em particular? Faça um levantamento dessas questões e procure resolver esse problema.
  3. Última dica, mas com certeza não menos importante: descubra o que faz seus visitantes interagirem com seu website e gerar uma conversão. Coloque um questionamento ao final, com perguntas que ajudem a entender se eles ficaram satisfeitos com o site, a compra/assinatura e etc.

Funil de Conversão e a Jornada e um lead em sua empresa

  • Usuários: pessoas que visitam o seu website que geralmente entram através de buscas orgânicas ou campanhas, para acompanhar algum conteúdo. São apenas visitantes e a empresa não possui informações de contato somente de navegação.
  • Leads: leads são clientes em potencial, como já citado anteriormente. Usuários são convertidos em leads quando preenchem efetivamente algum formulário ou através de um contato direto com a sua empresa (e-mail ou telefone) informado seus dados.
  • MQLs: São leads que foram qualificados por sua equipe de marketing ou pela agência que atua com sua empresa. Estes leads possuem um envolvimento mais próximo com a sua empresa pois foram nutridos com conteúdos e se encaixam nas definições de público-alvo da empresa.
  • SQLs: Trata-se de um lead que já passou por todas as fases acima e de acordo com alguma regra pré-definida em seus processos de prospecção, e foi agora qualificado para entrar no setor de vendas. Ou seja, um vendedor entrará em contato com o lead para identificar uma oportunidade de venda.
  • Clientes: finalmente, quando a oportunidade de negócio se torna uma venda, e neste momento conseguimos um novo cliente!
  • Promotores: Seria uma etapa adicional que muitas empresas trabalham para tornar o cliente mais satisfeito com o produto e talvez compartilhar sua experiência e recomendar o seu produto junto ao mercado.

No nosso blog, temos um post completinho sobre o que é “Funil de Vendas” e suas etapas. Acesse agora para entender mais, pelo link: https://www.freshmedia.com.br/etapas-do-funil-de-vendas/

You may also like

Leave a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.